<

Apenas uma velha história de terror

Mate sua curiosidade!   Eu esperava que tivesse sido a última vez que tinha visto você. Mas, todas as noites em meu quarto ás 4h da manhã, era você... Nome de anjo, jeito de anjo, rosto de anjo... porém demônio. Que me perturba, que vai embora e depois volta. E, quando volta, destrói tudo de novo, por dentro e por fora. Egoíta masoquista, sínico. Que me tira toda a felicidade e depois desaparece. Basta um sorriso meu, para você voltar e roubá-lo. Responsável pelo meu vazio e as cicatrizes mais profundas em meus pulsos. Porque ninguém sabe os reais motivos da dor, execeto eu, que a sinto.

"Gostaria de conhecer mais pessoas como eu, mas ai que está, pessoas como eu, não gostam de conhecer ninguém."
Charlotte Pethersson. (via atrai-dores)

(Fonte: troverai, via atrai-dores)

— há Há 4 semanas com 2376 notas
"O meu silêncio é um excesso de palavras que não podem ser ditas."
Gian Lucas.  (via sacanear)

(Fonte: reprovador, via the-suicide-of-a-girl)

— há Há 4 semanas com 6207 notas
"Sim, ele era encrenca, das boas. Eu sabia o que estava fazendo, ele também: estávamos fazendo uma coisa errada. Mas gostei da luz, dos olhos dele. Gostei que estava me encantando, gostei de não poder me encantar e mesmo assim estar me encantando."
Tati Bernardi.   (via inverbos)

(Fonte: renascido, via umameninapequenaeidiota)

— há Há 1 mês com 24299 notas
"A gente precisa parar com essa mania de colocar os problemas em uma mala e sair carregando por aí como se eles fossem essenciais. Não são. Aliás, tudo que te faz mal é completamente descartável."
Gabito Nunes (via delator)

(Fonte: ga-bi-to, via umameninapequenaeidiota)

— há Há 1 mês com 18617 notas
"Eu queria, pelo menos uma vez, saber como é ser o suficiente para alguém."
Precarizou   (via florejaram)

(Fonte: precarizou, via please-let-me-dream)

— há Há 1 mês com 6005 notas